Tags

, , , , , , , , , , , , , , ,

Olá amigos, como passaram de natal, espero que tenham curtido bons vinhos assim como eu provei.

A imagem idealizada de uma virada de ano para muitos é brindar o começo de mais um champagneano, e nele carregar toda esperança de bons fluidos e canalizar as energias para segui adiante firmes e fortes, e neste brinde claro que para nós amantes de vinhos sempre a imagem idealizada são taças de espumante, ou Champagne ou cava, pois bem, é nessa hora que pintam as dúvidas o que comprar? São todos iguais?

Vamos por partes, caso queiram mais detalhes temos um post anterior detalhado do processo clique aqui.

São todos iguais? Pois bem nem sempre, O Champagne é um tipo de espumante, mas nem todo espumante pode ser chamado de Champagne, cujo termo é exclusivo para o liquido produzido em Champagne na França, cujo método de produção são bem específicos, fora desta região mas destro da França ainda o líquido borbulhante recebe o nome de “vin mousseux” (vinho espumante).

Claro que quanto mais rígido for o processo de elaboração e menor a produção, maior preço terá uma garrafa.

E as Cavas, são produzidos na Espanha, e também com altíssima qualidade e preços bem mais acessíveis que as Champagnes, estes fazem bem na hora do brinde, assim como o Champagne não é todo espumante que pode receber o nome de Cava essa denominação é somente para os produzidos na Espanha.

Já os Proseccos são produzidos pelos italianos, de qualidade altíssima são bem conhecidos mundialmente, porém neste o método de produção é diferente, a segunda fermentação (a que traz as famosas bolhinhas) aqui é feita em tanques de aço inox, não direto na garrafa como nos champagnes e cavas.

Não podemos nos esquecer dos frisantes, com bastantes adeptos a este tipo de espumante, este é um pouco diferente com menor teor alcoólico e menos gaseificado eles são fermentados apenas uma vez e fazem bem menos espuma.

E a Sidra? Pode ser encontrada em muitas cestas de natal e em muitos brindes, porém esta não se classifica como espumantes, e muito menos um vinho, ela é uma bebida alcóolica e sua base é a maçã fermentada. É tido como o patinho feio aqui pelo Brasil, mas são bem consumidos na França, Grã-Bretanha e Irlanda onde se consomem tanto quanto cerveja ou vinho.

Taça EspumantesNão se esqueça da temperatura de sua bebida escolhida, de 6°C a 8°C, lembre-se da taca tipo flûte (aquela mais alongada de boca estreita) estas dicas não são frescuras, mas sim o bem servir e aproveitar ao máximo seu espumante.

Até breve no próximo post, ótimo ano a todos e que venham muitos e muitos vinhos.

 

 

Abaixo algumas dicas.

França – Champagne Veuve Clicquot Brut – Preços sugeridos entre R$ 290.00 e 330,00

Argentina – Espumante Mumm Cuvée Brut – Preços sugeridos entre R$ 48,00 a 60,00

Brasil – Espumante Miolo Cuvée Tradition   – Preços entre R$ 49,00 a R$54,00

Itália – Prosecco Fantinel One&Only Doc Brut – Preço entre R$ 64,00 e 75,00

Anúncios